Pages

Tecnologia do Blogger.

07 dicas para trabalhar folclore com maternal - Trava línguas para trabalhar folclore - Gibi Turma da Mônica - Folclore - Dica de atividade para trabalhar o folclore - LIVRO - Advinha o que é folclore


Pra Gente Miúda


Posted: 19 Jul 2013 12:03 PM PDT
Como trabalhar folclore com o maternal e toda a turminha pequena? Nem todo mundo sabe o que fazer nesta hora... A sugestão desta postagem é resgatar as brincadeiras de roda, lendas, trava-línguas... Isto é folclore! 

1 - Simplifique tudo
A ideia inicial é organizar uma exposição sobre o folclore, mas como o assunto é muito abrangente, monte um projeto para que as crianças participem ativamente de todo o processo. Aproveite para incluir as tradições populares, as lendas, trava-línguas... Com estas dicas você vai poder conhecer o folclore e sua origem, resgatar a importância do folclore, repassar os valores culturais, desenvolver a criatividade, desenvolver o gosto por músicas e danças folclóricas, desenvolver a linguagem oral, a atenção e o raciocínio e também a habilidade de pesquisar.

2 - Pra começar, vamos brincar!
Primeiramente, apresente aos pequenos o folclore e sua origem. Uma forma simples de fazer isto é fazendo perguntas como: do que será que a mamãe brincava quando era pequena? Quais histórias antigas a vovó costuma contar? Veja aqui várias brincadeiras do tempo da vovó
Em seguida, eles irão conhecer as brincadeiras que passam de geração para geração, como pular corda, brincar de passa-anel, ciranda e batata quente... Que tal fazer um telefone de lata? Aprenda aqui. Outra dica muito bacana é fazer um pé de lata para brincar, veja como fazer um pé de lata com reciclagem de lata de nescau aqui

3 - Trabalhe com musiquinhas!!!
Trabalhe com musiquinhas e deixe tudo mais animado! Depois de cantar bastante com a turma, reúna todos numa gostosa oficina e faça um Pintinho Amarelinho com pote de danoninho ou copo descatável. Outra dica bem fácil, trabalhar a música 'Borboletinha tá na cozinha' e fazer uma borboletinha usando material reciclado. 

4 - Personagens do folclore na TV
Que tal confeccionar uma TV com uma caixa de papelão para contar as diversas lendas brasileiras aos alunos? Aprenda a fazer uma TV com caixa de papelão aqui.  
Os personagens podem ser simples, imprima os desenhos, pinte e depois recorte e cole em palitos de churrasco para contar as histórias. Escolha um personagem para cada dia. É bom reforçar para as crianças o significado das lendas, explicando que são narrativas populares que não existem, mas que são transmitidas no boca a boca de geração para geração.  Você também pode fazer os personagens em origami e colar no palito. Aprenda a fazer os personagens em origami aqui. Abaixo, alguns personagens para você fazer seus fantoches da TV.

5 - Trabalhe com parlendas e trava línguas
Escolha os versinhos mais simples como 'O peito do pé de Pedro é preto', ou 'O rato roeu a roupa do rei de Roma' ou ainda 'O sapo no saco'. Depois que eles aprenderem direitinho, você pode fazer um campeonato entre os grupos para ver quem são os campeões nos trava-línguas e nas adivinhações. Outra dica muito divertida é trabalhar o trava língua 'Maria mole é molenga' e levar maria mole para toda a turma!
Veja vários trava línguas aqui

O peito do pé de Pedro é preto
Quem disser que o peito do pé de Pedro é preto,
tem o peito do pé mais preto do que o peito do pé de Pedro.

O rato 
O rato roeu a roupa, Do rei de Roma. E a rainha, de raiva, roeu o resto.

O sapo dentro do saco
 E era o sapo dentro do saco,
O saco com sapo dentro,
O sapo fazendo papo,
O papo fazendo vento.

>>Veja aqui mais de 100 parlendas e trava línguas

6 - É hora de filme!
Nada melhor para aplicar todo o conteúdo exposto do que assistir um bom filme. Escolha vídeos que falem sobre o tema do folclore brasileiro e leve para a sala para assistir com a turma. Uma boa ideia é montar um cenário típico, com decoração e luz ambiente. Feche as janelas, apague as lâmpadas e não se esqueça da pipoca! Veja várias dicas de vídeos sobre folclore aqui.

7 - Dê vida aos personagens
Depois de conhecer as estórias e os trava línguas a proposta final é confeccionar lembrancinhas com a temática das tradições populares. Ao terminar você pode expor as lembrancinhas na sala. 

Posted: 19 Jul 2013 11:18 AM PDT

O peito do pé do pai do padre Pedro é preto.

A babá boba bebeu o leite do bebê .

O dedo do Dudu é duro

A rua de paralelepípedo é toda paralelepipedada.

Quem a paca cara compra , cara a paca pagará

O Papa papa o papo do pato .

Farofa feita com muita farinha fofa faz uma fofoca feia

Norma nina o nenê da Neuza

A chave do chefe Chaves está no chaveiro .

Sabia que a mãe do sabiá sabia que sabiá sabia assobiar?

Um limão, dois limões, meio limão

É muito socó para um socó só coçar!

Nunca vi um doce tão doce como este doce de batata-doce!

O padre pouca capa tem, pouca capa compra .

Chega de cheiro de cera suja!

É preto o prato do pato preto

Bagre branco, branco bagre

Um tigre , dois tigres , três tigres.

Três tristes tigres trigo comiam .

A ARANHA E A JARRA
Debaixo da cama tem uma jarra.
Dentro da jarra tem uma aranha.
Tanto a aranha arranha a jarra,
Como a jarra arranha a aranha.

A LAGARTIXA DA TIA

Larga a tia, lagartixa!
Lagartixa, larga a tia!
Só no dia em que a sua tia
Chamar a lagartixa de lagartixa.

CAJU
O caju do Juca
E a jaca do cajá.
O jacá da Juju
E o caju do Cacá.

LUZIA E OS LUSTRES
Luzia listra os
Lustres listrados.

MALUCA
Tinha tanta tia tantã.
Tinha tanta anta antiga.
Tinha tanta anta que era tia.
Tinha tanta tia que era anta.

MOLENGA
Maria-mole é molenga.
Se não é molenga
não é maria-mole.
É coisa malemolente,
nem mala, nem mola,
nem maria, nem mole.

NÃO CONFUNDA!
Não confunda ornitorrinco
Com otorrinolaringologista,
Ornitorrinco com ornitologista,
Ornitologista com otorrinolaringologista,
Porque ornitorrinco é ornitorrinco,
Ornitologista, é ornitologista,
E otorrinolaringologista é otorrinolaringologista.

O DESENLADRILHADOR
Essa casa está ladrilhada.
Quem a desenladrilhará?
O desenladrilhador que a desenladrilhar,
Bom desenladrilhador será !

O tecelão
Tecelão tece o tecido
Em sete sedas de Sião
Tem sido a seda tecida
Na sorte do tecelão

Atrás da Pia
Atrás da pia tem um prato
Um pinto e um gato
Pinga a pia, apara o prato
Pia o pinto e mia o gato.

Sapo no saco
Olha o sapo dentro do saco
O saco com o sapo dentro
O sapo batendo papo
E o papo soltando vento.

Mafagafos
Um ninho de mafagafa
Com sete mafagafinhos
Quem desmafagaguifá
Bom desmafagaguifador será.

VELHO FÉLIX
Lá vem o velho Félix,
Com um fole velho nas costas,
Tanto fede o velho Félix,
Como o fole do velho Félix fede.

TEMPO
O tempo perguntou ao tempo,
Quanto tempo o tempo tem,
O tempo respondeu ao tempo,
Que não tinha tempo,
De ver quanto tempo,
O tempo tem.

SEU TATÁ
O seu Tatá tá?
Não, o seu Tatá não tá,
Mas a mulher do seu Tatá tá.
E quando a mulher do seu Tatá tá,
É a mesma coisa que o seu Tatá tá,tá?

O Pintor Português
PAULO PEREIRA PINTO PEIXOTO,
POBRE PINTOR PORTUGUÊS,
PINTA PERFEITAMENTE
PORTAS, PAREDES E PIAS,
POR PARCO PREÇO, PATRÃO.

O Rato Roeu
O RATO ROEU A ROUPA DO REI DE ROMA,
O RATO ROEU A ROUPA DO REI DA RÚSSIA,
O RATO ROEU A ROUPA DO RODOVALHO…
O RATO A ROER ROÍA.
E A ROSA RITA RAMALHO
DO RATO A ROER SE RIA.
A RATA ROEU A ROLHA
DA GARRAFA DA RAINHA.

O PINTO PIA
A PIPA PINGA.
PINGA A PIPA,
O PINTO PIA.
PIPA PINGA.
QUANTO MAIS
O PINTO PIA
MAIS A PIPA PINGA.

GATO ESCONDIDO
GATO ESCONDIDO
COM RABO DE FORA
TÁ MAIS ESCONDIDO
QUE RABO ESCONDIDO
COM GATO DE FORA.

O SABIÁ
Sabia que o sabiá
sabia assobiar?

PAPA PAPÃO
Se o papa papasse pão.
Se o papa papasse papa.
Se o papa papasse tudo,
Seria um papa papão.

O RATO
O rato roeu a roupa,
Do rei de Roma.
e a rainha, de raiva,
roeu o resto

Palminha
Palma, palminha,
Palminha de Guiné
Pra quando papai vié,
Mamãe dá a papinha,
Vovó bate cipó,
Na bundinha do nenê.

SABER
Sabendo o que sei e sabendo
O que sabes e o que não sabes
E o que não sabemos, ambos saberemos
Se somos sábios, sabidos
Ou simplesmente saberemos
Se somos sabedores.

Bão Balalão
Bão, babalão,
Senhor Capitão,
Espada na cinta,
Ginete na mão.
Em terra de mouro
Morreu seu irmão,
Cozido e assado
No seu caldeirão

Ou Bão-balalão!(variação)
Senhor capitão!
Em terras de mouro
Morreu meu irmão,
Cozido e assado
Em um caldeirão;

Lanço o laço no salão.
O lenço, lanço. A lança, não.

Tatu tauató, tatuetê taí.
Tem tanto tatu, não tem.
Posted: 19 Jul 2013 08:16 AM PDT
Olá!!!

Pra quem ainda não tinha o Gibi Especial Turma da Mônica para trabalhar o folclore, aí está! É ó clicar no link e baixar. Vocês vão amar as atividades propostas...

Clique AQUI para baixar o seu gibi.
Clique AQUI para baixar o seu gibi.
Posted: 19 Jul 2013 07:54 AM PDT
A dica de atividade é para se contar uma lenda preferida... Vamos escolher a Cuca. Apague as luzes e peça que as crianças se acomodem confortavelmente na carteira. Coloque uma música instrumental bem baixinha para que haja uma maior concentração. 
Conte sobre a lenda da Cuca e peça para que eles imaginem cada detalhe contado por você, apenas imaginem (se possível de olhos fechados) e não falem nada. Dê bastante ênfase a todos os detalhes. Depois da história contada acenda as luzes e cole na lousa um papel pardo grande e peça que cada criança desenhe uma parte do que imaginou. Um desenha os olhos, outro a boca, outro os dentes e assim por diante até que todos tenham participado e a personagem fique completa.

Ao final será criada a Cuca daquela classe em especial, podendo-se dar um nome a ela e enfeitá-la de acordo com o gosto da classe e do material disponível.Coloque a Cuca exposta no mural no dia 22 de agosto - dia do folclore. Veja aqui como fazer uma cuca reciclada.

Pode-se usar a mesma dinâmica só mudar a lenda, criando assim vários painéis com os personagens do folclore. A aula vai ser bem divertida!

Dica do Smart kids.
Posted: 19 Jul 2013 07:42 AM PDT
Oi!

Gente estou postando este livrinho para trabalhar com as crianças sobre o tema folclore, em sala de aula. O livro fala sobre as brincadeiras, histórias e lendas que fazem parte do nosso folclore não podem ser esquecidas.

Para baixar o seu livro clique AQUI, arquivo em PDF
Dica de atividade para trabalhar o livro
Leitura individual e coletiva; discussão e reflexão; pintura livre; confecção de livrinhos; contação de histórias, através de fantoches de palito; representação da história em cartões; construção de mosaicos; pesquisa (cada turma pesquisa um tema e depois apresenta às demais); maratona da leitura; leitura prévia da história pelos professores; enquete de adivinhações (fixar no mural principal da escola as adivinhações. Os alunos recebem uma ficha para responder e colocar na urna com a resposta certa.  No dia da culminância faça o sorteio e a criança sorteada é premiada com uma prenda folclórica. Culminância: exposição de trabalhos e merenda especial.

Para baixar o seu livro clique AQUI, arquivo em PDF.
Créditos do livro para a Fundação Educar Paschoal.

1 comentários:

  1. amei todas as dicas... me ajudaram muito...parabéns e muito sucesso

    ResponderExcluir

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...