Pages

Tecnologia do Blogger.

Para o Dia da Independência - EDUCAR É VIVER


EDUCAR É VIVER


Posted: 06 Sep 2013 03:12 PM PDT
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
Dia 7 de setembro é o Dia da Independência do Brasil, evento ocorrido há 191 anos.
Em homenagem à data, deixarei aqui três ilustrações novas com meus personagens para colorir. Basta clicar, imprimir e pintar.
As versões coloridas das imagens podem ser encontradas nos respectivos blogs (links abaixo):
E também em http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/.
É isso aí, por enquanto.
Viva a Pátria!
Até mais!
Posted: 10 Aug 2013 02:53 PM PDT
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
Faz tempo que este blog não recebe atualizações minhas.
E como já está em tempo de Dia dos Pais, hoje coloco três ilustrações com meus personagens, para imprimir e pintar. Basta clicar para ampliar e imprimir.
A versão colorida das ilustrações, que pode servir de guia à pintura, se encontram nos links abaixo de cada ilustração:
E também em http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/.
Um feliz Dia dos Pais aos pais que acessam este blog!
Até mais!
Posted: 30 Jun 2013 12:39 PM PDT
                                                  http://3.bp.blogspot.com/-byJEXJpehSI/UQlIhmqgJQI/AAAAAAAAH0o/2jozAIUFlWk/s1600/estudando.jpg

   Amigos e seguidores do Blog EDUCAR É VIVER, queria pedir mil desculpas por está  afastada do blog, bem o motivo é simples estou ESTUDANDO muito.......
   Quero que fiquem a vontade e aproveitem, pois o espaço é nosso!!!
    Assim que realizar a prova prometo atualizar as postagens com todas as ideias e vivências que tenho tido para compartilhar com vcs e ajudar no que for preciso.
    Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. E agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas na correria do dia-a-dia.
 Podemos ser sinceramente gratos aproveitando da melhor maneira as oportunidades que a comida, o trabalho e todas as outras bênçãos nos dão.
 
De todos os tesouros em nossa vida, um dos mais preciosos é a possibilidade de fazer a diferença na vida dos outros. Quanto mais abençoados somos, maior é a nossa capacidade de fazer a diferença.
  A verdadeira abundância nos compele a dar o melhor de nós mesmos.
  Abrace com entusiasmo as maravilhosas possibilidades que derivam das bênçãos na sua vida.

Posted: 11 May 2013 02:27 PM PDT
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
Neste domingo, segundo do mês de maio, já é o Dia das Mães.
Para celebrar esse dia, eis aqui um cartão especial com minha personagem Letícia.
Clique para ampliar a imagem, imprimir e colorir.
A versão colorida desta imagem pode ser vista em http://leticiaquadrinhos.blogspot.com.br/ e em http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/.
Um feliz Dia das Mães às mães leitoras deste blog. Afinal, toda mãe tem um pouco de professora também!
Até mais!
Posted: 03 May 2013 06:53 AM PDT

Amigos e seguidores do blog EDUCAR é VIVER, estou estudando muito
para concurso, por esse motivo ando um pouco afastada.
Elaborei um quadro resumindo as Tendências Pedagógicas, postarei aqui para
ajudar quem está estudando para concurso e para quem está cursando Pedagogia.
Espero que ajude!!!!!



                                    Tendências Pedagógicas
Critério utilizado a posição que adotam em relação aos condicionantes sociopolíticos da escola, as tendências pedagógicas foram classificadas em liberais e progressistas.
·         Pedagogia Liberal
O termo liberal não tem o sentido de "avançado", ''democrático", "aberto",como costuma ser usado. A doutrina liberal apareceu como justificativa do sistema capitalista que, ao defender a predominância da liberdade e dos interesses individuais na sociedade, estabeleceu uma forma de organização social baseada na propriedade privada dos meios de produção, também denominada saciedade de classes. A pedagogia liberal, portanto, é uma manifestação própria desse tipo de sociedade.
A pedagogia liberal sustenta a idéia de que a escola tem por função preparar os indivíduos para o desempenho de papeias sociais, de acordo com as aptidões individuais. Para isso, os indivíduos precisam aprender a adaptar-se aos valores e às normas vigentes na sociedade de classes, através do desenvolvimento da cultura individual.


ASPECTOS

          TRADICIONAL
 
  RENOVADA
PROGRESSIVISTA

  RENOVADA
        NÃO     
   DIRETIVA

TECNICISTA






Papel da
   Escola
Preparação intelectual e moral; Ensino profissionalizantes para os menos capazes;  Saber igual para todos; O compromisso da escola é com a cultura, os problemas sociais pertencem à sociedade; O ambiente escolar é severo.
Adequar às necessidades individuais ao meio, por meio de experiências que devem satisfazer, ao mesmo tempo, os interesses do aluno e as exigências sociais;
Retratar o maior número possível de situações da vida.
A escola está voltada para a formação de atitudes;
Deve favorecer um clima de autodesenvolvimento
E realização pessoal;
(Rogers) acentua mais os problemas psicológicos do que os pedagógicos ou sociais;
Promover a realização pessoal do estudante.
Modeladora do comportamento humano;
Manter a ordem social;
Organizar o processo de aquisição de habilidades, atitudes e conhecimentos específicos, para que os indivíduos se integrem na máquina do sistema social global;
Emprega tecnologia comportamental para se produzir indivíduos competentes para o mercado de trabalho. (Skinner)





Conteúdo 
       de
  Ensino
Conhecimentos e valores acumulados e transmitidos como verdades; A experiência do aluno é separada da realidade social; Intelectualista;
Descontextualizados.




Estabelecidos em função de experiências vivenciadas por desafios cognitivos e situações problemáticas;
Maior valorização do processo mental  do que o próprio conteúdo. (Piaget).
Ênfase nos processos de desenvolvimento das relações e da comunicação e fica secundária à transmissão de conteúdos;
Parte dos interesses do aluno.
O aluno aprende pela espontaneidade.
É matéria de ensino apenas o que é redutível ao conhecimento observável e mensurável;
O conteúdo é sistematizado em manuais, livros didáticos, nos módulos de ensino elaborados por especialistas.










Métodos de
  Ensino
Exposição verbal da matéria e/ou demonstração; Ênfase nos exercícios, na repetição de conceitos, ou fórmulas, na memorização;
Visa disciplinar a mente e formar hábitos; Alunos passivos.
PASSOS do Método:
Apresentação do conteúdo, associação de assuntos já estudados, generalização e resolução de exercícios.
"Aprender fazendo"
Valoriza as tentativas experimentais e a descoberta, a pesquisa, o estudo do meio natural e social  e o método da solução e problemas.
Exige um estilo próprio do professor para facilitar a aprendizagem do aluno.
Os métodos usuais são dispensáveis.
Aceitação da pessoa e do aluno;
O professor é facilitador da aprendizagem do aluno, ajudando-o a se organizar, utilizando técnicas de sensibilização, onde os sentimentos de cada um possam ser expostos sem ameaças.
Procedimentos e técnicas necessárias ao arranjo e controle das condições ambientais que assegurem a transmissão/ assimilação das informações;
O uso da tecnologia educacional, planejamento sistêmico, concepção de aprendizagem como mudança de comportamento.





Relacionamento
Professor-aluno
Predomina a autoridade do professor; Não há qualquer canal de comunicação; O professor transmite o conteúdo em forma de verdade; A disciplina é imposta pela coação; Docente comanda; O aluno (adulto em miniatura) é receptor de informações.
O professor deve auxiliar o desenvolvimento livre e espontâneo da criança;
O professor é o orientador da aprendizagem, valoriza o conhecimento dos alunos;
"vivência democrática"
O professor deve garantir um clima de relacionamento pessoal autêntico sendo um condutor (facilitador de aprendizagem);
O aluno necessita de aceitação plena;
O aluno é o sujeito central do processo;
A relação entre professor e aluno deve ser autêntica e pessoal;
O professor é um especialista em relações humanas.
O professor administra as condições de transmissão da matéria;
É um elo entre a verdade científica e o aluno;
Não há comunicação pessoal com o aluno e vice-versa;
As relações afetivas e pessoais pouco importam para o desenvolvimento do processo de ensino aprendizagem;
O aluno é um indivíduo responsivo, não participa da elaboração do programa educacional.
É uma relação objetiva com papeis definidos.
O professor transmite a matéria e o aluno recebe, aprende e fixa as informações;
Ambos são passivos frente ao conhecimento.
O professor é um instrutor.






Pressuposto da aprendizagem
A criança possui uma capacidade de assimilação idêntica a dos adultos, apenas menos desenvolvida;
Os programas devem ser organizados em sequência lógica, sem levar em consideração as características próprias de cada idade; A aprendizagem é receptiva e mecânica/ coação;
O aluno responde a situação nova de forma semelhante  às respostas dadas em situações anteriores; Não há a construção do conhecimento pelo aluno.
O aprender se torna uma atividade de descoberta, é uma autoaprendizagem;
O ambiente é um meio estimulador;
O professor reconhece os esforços e os êxitos na avaliação.
Desenvolve a valorização do "eu";
A motivação aumenta quando o aluno desenvolve o sentimento de que é capaz de agir;
Prática pedagógica antiautoritária.
Aprender é uma questão de modificação do desempenho;
O aluno sai da situação de aprendizagem diferente de como entrou;
O ensino é um processo de condicionamento operante por meio do reforçamento das respostas que se quer obter. (Skinner)

Prática Escolar
 Escolas religiosas ou leigas;
Orientação clássico –humanista  ou humana- científica.
-Método Montessori;
- Método dos Centros de Interesses (Decroly);
-Método de projetos (Dewey)
-O ensino baseado na psicologia genética de Piaget (Emília  Ferreiro).
As idéias de Carl Rogers influenciaram um número expressivo de educadores e professores, principalmente orientadores e psicólogos escolares;
Escola de Summerhill do inglês Alexander Neill.
Os marcos de implantação do modelo tecnicista são:
Lei nº 5.540/68 reorganiza o ensino superior;
Lei nº 5.692/71 reorganiza o ensino de 1º e 2º graus;
Módulos de ensino, telecursos;
Ensino por objetivos operacionais (Mager);
Ensino por hierarquiar (Gagner);
Classificação Científica (Bloom).
  

  Outras Característica
Valorização da competição e o ambiente escolar é severo.
A disciplina escolar surge da tomada de consciência da vida em grupo.
O aluno disciplinado é aquele solidário, participante, respeitador das regras em grupo.
O professor aceita a pessoa do aluno;
É confiável e receptivo;
Tem plena convicção na capacidade do autodesenvolvimento do estudante.
Manifestações na prática escolar.

Representantes
Émile Durkheim,
Herbart (formação do caráter pela instrução e moral).
Jean Piaget;
Emília Ferreira;
Maria Montessori;
Decroly e Jonh Dewey.
Carl Rogers;
Alexander Neill      
(Escola de Summerhill)
Skinner
 Bloom
Magner
Gagne





















                  Pedagogia Progressista
  A educação é um instrumento de transformação social.
 A escola é o meio de ajudar no processo de superação das desigualdades sociais.
 Possui uma concepção crítica da sociedade capitalista.


  A pedagogia progressista tem-se manifestado em três tendências: a  LIBERTADORA, mais conhecida como pedagogia de Paulo Freire; a LIBERTÁRIA, que reúne os defensores da autogestão pedagógica; a CRÍTICO-SOCIAL dos CONTEÚDOS que, diferentemente das anteriores, acentua a primazia dos conteúdos no seu confronto cor as realidades sociais.
  As versões libertadora e libertária têm em comum o antiautoritarismo, aos conteúdos de ensino. Como decorrência, a prática educativa somente faz sentido numa prática social junto ao povo, razão pela qual preferem as modalidades de educação popular "não-formal".
  A tendência de pedagogia crítico social dos conteúdos propõe uma síntese superadora das pedagogias Tradicional e Renovada, valorizando a ação pedagógica enquanto inserida na prática social concreta. Entende a escola como mediação entre o individual e o social, exercendo aí a articulação entre a transmissão dos conteúdos e a assimilação ativa por parte de um aluno concreto (inserido num contexto de relações sociais); dessa articulação resulta o saber criticamente re-elaborado.



    ASPECTOS

LIBERTADORA
   (Paulo Freire)

    LIBERTÁRIA
CRÍTICO -SOCIAL      DOS
CONTEÚDOS




Papel da Escola
Questiona concretamente a realidade das relações do homem com a natureza e com os outros homens;
Visa a transformação;
"Temas Geradores";
Necessidades sociais psicológicas e culturais do aluno.

Escola exerce uma transformação na personalidade dos alunos no sentido libertário e autogestionário.
Preparar o aluno para o mundo adulto e suas contradições, fornecendo-lhe um instrumental por meio da aquisição de conteúdos e da socialização, para uma participação organizada e ativa na democratização da sociedade.



  

  Conteúdo de 
       Ensino
Extraídos da vida prática dos educandos;
O importante não é a transmissão de conteúdos específico, mas despertar uma nova forma de relação com a experiência vivida;
Emerge do saber popular;
Existencialismo/ essencialismo
As matérias são colocadas à disposição do aluno, mas não são exigidas;
Resultam de necessidade e interesses manifestos pelo grupo;
Ligam-se, de forma indissociável, à sua significação humana e social;
Reavaliados face às necessidades sociais;
Interação entre conteúdos e realidade concreta.





Métodos de Ensino
 O educador e o educando possuem uma relação de autêntico diálogo;
Trabalho educativo – grupo de discussão;
O professor é animador, que deve caminhar junto, intervindo o mínimo possível;
Troca de experiências.
 Trabalha-se de forma grupal (autogestão);
Os alunos têm liberdade de trabalhar ou não, ficando o interesse pedagógico na dependência de suas necessidades ou das do grupo;
Elimina-se os livros-textos;
Adota-se o livro, visando ao desenvolvimento crítico;
Relaciona a prática vivida pelos alunos com os conteúdos propostos pelo professor, logo depois, acontece a "ruptura"(não se ater apenas ao conteúdo)
Vai-se da ação a compreensão a ação, até a síntese.


Relacionamento professor - aluno
Relação horizontal onde o  educador e o educando se posicionam como sujeitos do ato de conhecimentos não autoritário e não diretivo;
Diálogo
Não diretiva, sem obrigações e ameaças;
O professor é um orientador e catalizador (dinamizador), ele se mistura ao grupo para uma reflexão comum, não devendo impor suas concepções e idéias,não podendo transformar o aluno em um "objeto".
Abrir perspectivas a partir dos conteúdos relacionados com o estilo de vida dos alunos, tendo consciência inclusive dos contrastes entre sua própria cultura e a do aluno;
Há a diretividade (não autocrática).




Pressuposto da Aprendizagem
"Educação problematizadora" como força motivadora da aprendizagem;
Aprender é um ato de tomar conhecimento da realidade concreta e só tem sentido se resulta de uma análise crítica dessa realidade.
A motivação está no interesse de crescer dentro da vivência grupal;
Aprendizagem informal, via grupo e a negação de toda a forma de expressão;
Somente o experimentado é usado em situações novas.
Aprender é desenvolver a capacidade de processar informações e lidar com os estímulos do ambiente, organizando os dados disponíveis da experiência;
Aprendizagem significativa;




Prática Escolar
Tem influência expressiva dos movimentos populares e nos sindicatos;
(embora se restrinja à educação de adultos ou à educação popular em geral, muitos professores colocam em prática em todos os graus de ensino);
Abrange quase todas as tendências não autoritárias em educação, entre elas, a anarquista, a psicanalista, a dos sociólogos e a dos professores progressistas;
Propõe modelos de ensino voltados para a interação conteúdos-realidades sociais, procurando articular o político e o pedagógico, ou seja, "a educação a serviço da transformação das relações de produção".
     Outras Características
Denominados temas geradores, são extraídos de problematização da prática de vida dos educandos.
A negação de toda forma de repressão visa favorecer o desenvolvimento de pessoas mais livres.
Os métodos subordinam-se  aos conteúdos.
Relação diretiva, o professor é um mediador.
 Representantes
Paulo Freire
C. Freinet, Miguel Gonzalez Arroyo
José Carlos Libâneo,
Makarenko, Manacorda, Snyders, B. Charlot, Dermeval Saviani

  
       Situar o ensino centrado no professor e o ensino centrado no aluno em extremos opostos é quase negar pedagógica porque não há um aluno, ou grupo de alunos, aprendendo sozinho, nem um professor ensinando para às paredes. Há um confronto do aluno entre sua cultura e a herança cultural da humanidade, entre seu modo de viver e os modelos sociais desejáveis para um projeto novo de sociedade. E há um professor que intervém, não para se opor aos desejos e necessidades ou à liberdade e autonomia do aluno, mas para ajudá-lo a ultrapassar suas necessidades e criar outras, para ganhar autonomia, para ajudá-lo no seu esforço de distinguir a verdade do erro, para ajudado a compreender as realidades sociais e sua própria experiência.





                         




Fonte: José Carlos Libâneo – Democratização da Escola pública – 19ª edição.

Posted: 17 Apr 2013 12:24 PM PDT
Amigos e seguidores do Blog Educar é Viver  a Lei nº 12.796 de 4 de abril 
de 2013 altera a Lei nº 9.394/96. Para ninguém ficar por fora elaborei um quadro
mostrando o antes e o depois da alteração. Saberão o que muda, o que acrescenta e
 o que permanece. Espero que ajude...mil bjs

















                                   






FIQUEM POR DENTRO!!!!




Posted: 01 Apr 2013 02:38 PM PDT
                              AUTISMO





Autismo é um transtorno global do desenvolvimento marcado por três características fundamentais:
* Inabilidade para interagir socialmente;
* Dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se ou lidar com jogos simbólicos;
* Padrão de comportamento restritivo e repetitivo.
O grau de comprometimento é de intensidade variável: vai desde quadros mais leves, como a síndrome de Asperger (na qual não há comprometimento da fala e da inteligência), até formas graves em que o paciente se mostra incapaz de manter qualquer tipo de contato interpessoal e é portador de comportamento agressivo e retardo mental.
Os estudos iniciais consideravam o transtorno resultado de dinâmica familiar problemática e de condições de ordem psicológica alteradas, hipótese que se mostrou improcedente. A tendência atual é admitir a existência de múltiplas causas para o autismo, entre eles, fatores genéticos e biológicos.
Sintomas
O autismo acomete pessoas de todas as classes sociais e etnias, mais os meninos do que as meninas. Os sintomas podem aparecer nos primeiros meses de vida, mas dificilmente são identificados precocemente. O mais comum é os sinais ficarem evidentes antes de a criança completar três anos. De acordo com o quadro clínico, eles podem ser divididos em 3 grupos:
1) ausência completa de qualquer contato interpessoal, incapacidade de aprender a falar, incidência de movimentos estereotipados e repetitivos, deficiência mental;
2) o portador é voltado para si mesmo, não estabelece contato visual com as pessoas nem com o ambiente; consegue falar, mas não usa a fala como ferramenta de comunicação (chega a repetir frases inteiras fora do contexto) e tem comprometimento da compreensão;
3) domínio da linguagem, inteligência normal ou até superior, menor dificuldade de interação social que permite aos portadores levar vida próxima do normal.
Na adolescência e vida adulta, as manifestações do autismo dependem de como as pessoas conseguiram aprender as regras sociais e desenvolver comportamentos que favoreceram sua adaptação e auto-suficiência.
Diagnóstico
O diagnóstico é essencialmente clínico. Leva em conta o comprometimento e o histórico do paciente e norteia-se pelos critérios estabelecidos por DSM–IV (Manual de Diagnóstico e Estatística da Sociedade Norte-Americana de Psiquiatria) e pelo CID-10 (Classificação Internacional de Doenças da OMS).
Tratamento
Até o momento, autismo é um distúrbio crônico, mas que conta com esquemas de tratamento que devem ser introduzidos tão logo seja feito o diagnóstico e aplicados por equipe multidisciplinar.
Não existe tratamento padrão que possa ser utilizado. Cada paciente exige acompanhamento individual, de acordo com suas necessidades e deficiências. Alguns podem beneficiar-se com o uso de medicamentos, especialmente quando existem co-morbidades associadas.
Recomendações
* Ter em casa uma pessoa com formas graves de autismo pode representar um fator de desequilíbrio para toda a família. Por isso, todos os envolvidos precisam de atendimento e orientação especializados;
* É fundamental descobrir um meio ou técnica, não importam quais, que possibilitem estabelecer algum tipo de comunicação com o autista;
* Autistas têm dificuldade de lidar com mudanças, por menores que sejam; por isso é importante manter o seu mundo organizado e dentro da rotina;
* Apesar de a tendência atual ser a inclusão de alunos com deficiência em escolas regulares, as limitações que o distúrbio provoca devem ser respeitadas. Há casos em que o melhor é procurar uma instituição que ofereça atendimento mais individualizado;
* Autistas de bom rendimento podem apresentar desempenho em determinadas áreas do conhecimento com características de genialidade.

Posted: 29 Mar 2013 02:43 PM PDT
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
Para esta Páscoa, vou deixar para vocês ilustrações especiais, com meus personagens. Todas as mensagens fazem referência à necessidade de se buscar o verdadeiro significado da data - muito além dos ovos de chocolate.
As ilustrações podem ser impressas e distribuídas para colorir. Clique para ampliar, imprima e pinte.
Vocês podem conferir as versões coloridas destas ilustrações nos blogs:
É isso aí.
Até mais!
Posted: 26 Mar 2013 08:06 AM PDT

                          

JOGOS E BRINCADEIRAS PARA DESENVOLVER A LATERALIDADE

LATERALIDADETrabalhar noções de lateralidade


                          

  • Colocar uma criança no centro. Pedir a outra criança que fique à direita dela; outra atrás; outra à frente e outra à esquerda. Batendo palmas, as crianças mudam de posição e dizem a sua nova posição.

  • Brincar solicitando que apontem ou levantem as partes do corpo solicitadas.
- Identificação de esquerda e direita;
- Levantar mão direita; mão esquerda; pé esquerdo; pé direito; mostrar o joelho direito; joelho esquerdo; mostrar o olho direito; olho esquerdo; orelha esquerda, orelha direita;
- mão direita, no pé esquerdo; mão direita no pé direito; mão esquerda no pé esquerdo; mão esquerda no pé direito;
- mão direita no olho esquerdo; mão esquerda no olho direito; mão esquerda no olho esquerdo; mão direita no olho direito;...
Esquema corporal: é o conhecimento que temos do corpo em movimento ou em posição estática, em relação aos objetos e o espaço que o cerca. É através do desenvolvimento do esquema corporal que a criança toma consciência de seu corpo e das possibilidades de expressar-se por meio desse corpo. Exemplo de atividade: raposa que gostava de comer capim.

  •  Estátua
Objetivo: Desenvolver o esquema corporal, capacidade de expressão corporal, criatividade e socialização
Parte Prática: o professor sugere ou uma roda ou um local mais alto como um palco onde as pessoas possam ver com facilidade o que será feito . Duas crianças serão escolhidas para ir à frente, as quais serão estátuas, ou seja, não poderão se movimentar. Em seguida dois-a-dois da platéia devem ser chamados para modificar como queiram as duas estátuas.

 Mímica teatralObjetivo: Desenvolver o esquema corporal, capacidade de expressão corporal, criatividade e socialização.
Material: um espaço privado, gravuras e fotografias.
Parte Prática: o professor antes de iniciar o jogo deve preparar um material diferente para escolher pares, por exemplo: separe gravuras, fotografias que têm relação uma com a outra tipo um animal e uma floresta, foto de uma criança e de um parque artistas, ou corte as gravuras ao meio . Distribua as gravuras entre os alunos (em número par). Ao sinal, todos terão que achar seus pares. Quando isso acontecer terão que montar um mini-teatro ou mímica que expresse o que está na fotografia. Os outros participantes vão tentar descobrir. A turma que fizer melhor e com maior perfeição será a vencedora.

 João bobo
Organizar os alunos em trios e propor a brincadeira do "João Bobo" – Em que um aluno fica no centro com o corpo rígido deixando-se movimentar para frente e para trás pelos dois colegas.

 Identificando partes do corpoOrientar, com uma música clássica ao fundo, que os alunos, de olhos fechados, toquem cada parte do corpo: cabeça, cabelos, rosto, braços, mãos, pernas, pés, barriga etc.

 Desenhando o colega
Cada aluno deitará em uma folha grande de papel pardo do tamanho suficiente para que o colega contorne o perfil do seu corpo. Todos com seus perfis contornados deverão completar a figura de seu corpo acrescentando detalhes que o identifiquem.

 Espelho
Escolhem entre si quem primeiro será a imagem e quem será o executor dos movimentos.

 ConversaConversar de forma informal sobre cada parte do corpo: boca, nariz, orelhas, braços, mãos, tronco, pernas, pés... Para que servem? Deixar que os alunos se expressem livremente, fazendo as devidas colocações e orientações.

Músicas
Partes do Corpo:

Cabeça, ombro, joelho e pé.
Cabeça, ombro, joelho e pé.
Olhos, ouvidos, boca e nariz.
Cabeça, ombro, joelho e pé.

Pop Pop:
Coloque a mão para frente,
Coloque a mão para o lado,
Coloque a mão para frente,
Balança ela agora
Eu danço pop pop
Eu danço pop pop
Eu danço pop pop
Assim é bem melhor!
(Repetir com todas as partes do corpo possíveis.)

Remexo:
Ponha a mão na cabeça
Ponha a mão na cintura
Dá um abraço no corpo
Dá um abraço doçura
Sai sai sai Oh! Piaba Sai lá da lagoa

Equilíbrio
 Fazer uma linha no chão e pedir para que andem nela;
 Pular de um pé só sobre a linha;
 Engatinhar sobre a linha sem tirar as mãos e os joelhos dela;
 Ficar equilibrado num pé só, e em seguida alternar os pés;
 Equilíbrio com os olhos fechados;
 Senso de direção com os olhos fechados;
 Equilíbrio agachado;
 Seguir orientação do professor para encontrar um objeto com os olhos vendados;
 Brincadeira de estátua, permanecendo na posição que o professor orientar;
 Sentar, deitar e levantar sem se apoiar;
 Equilibrar a bola na mão direita durante o percurso proposto (trocar a mão na volta);
 Permanecer na ponta dos pés, enquanto se conta até dez;
 Levantar e baixar na ponta dos pés;
 Andar sobre linhas marcadas no chão: retas, quebradas, curvas, sinuosas, círculos, mistas.


RITMO
Ritmo é o tempo que demora a repetir-se um qualquer fenômeno repetitivo, mas a palavra é normalmente usada para falar do ritmo quando associado à música, à dança, ou a parte da poesia, onde designa a variação (explícita ou implícita) da duração de sons com o tempo. Quando se rege por regras, chama-se métrica. O estudo do ritmo, entoação e intensidade do discurso chama-se prosódia e é um tópico pertencente à linguística. Na música, todos os instrumentistas lidam com o ritmo, mas é freqüentemente encarado como o domínio principal dos bateristas e percussionistas.
Objetivos:
• Desenvolver a capacidade física dos educandos assim como a saúde e a qualidade de vida.
• Propiciar a descoberta do próprio corpo e de suas possibilidades de movimento.
• Desenvolver o ritmo natural.
• Possibilitar o desenvolvimento da criatividade para descoberta do estilo pessoal.
• Despertar sentido de cooperação, solidariedade, comunicação, liderança e entrosamento através de trabalho em grupo.

 Bater palmas no ritmo do professor (rápido, lento, forte, fraco).
 Bater bola com a mão seguindo o ritmo marcado pelo professor.


Jogos de Trabalho com corpo e explorando os sentidos:
 Caçador de tartarugas 
Os jogadores dispersam-se pelo pátio: são as tartarugas. Ao sinal, o caçador sai correndo para pegar as tartarugas. Estas evitarão ser apanhadas deitando-se de costas, pernas e braços encolhidos, imitando tartaruga deitada de costas. Enquanto estiverem nesta posição, não poderão ser caçadas. O jogador que for apanhado será eliminado.

 Jogo das CoresSentados em círculos, os alunos devem aguardar a indicação do professor.
Ao indicar uma cor, exemplo: verde – Todos devem sair correndo e tocar em algo da cor indicada.

 Me dá um abraço 
Os alunos devem estar distantes um do outro. Ao sinal especificado: Três palminhas dadas pelo professor, por exemplo, todos devem correr e encontrar um amigo para abraçar.

 Lobos e Carneirinhos
Formação: Traçar no chão duas linhas afastadas cerca de 20 metros uma da outra. As crianças são divididas em dois grupos: lobos e Carneirinhos. Cada grupo se coloca atrás de uma linha. O grupo dos lobos fica de costas para o grupo dos Carneirinhos.
Desenvolvimento: Ao sinal do professor, os Carneirinhos saem a caminhar, o mais silenciosamente possível, em direção aos lobos. Quando estiverem bem próximo deles o professor diz: "Cuidado com os lobos"!Estes, então, voltam-se rapidamente em partem em perseguição aos Carneirinhos. Os Carneirinhos apanhados antes de alcançar a linha original (de onde vieram) passam a ser lobos. Na repetição da brincadeira invertem-se os papéis.
Sugestão: Antes de proporcionar essa brincadeira, é interessante que se explore o que se sabe e se discuta sobre esses animais: Como são? Quem já viu um carneirinho? Quem já viu um lobo? Onde? Quando? Se viu, o que achou do animal? Vamos imitar um lobo? Vamos imitar um carneirinho?
O professor deve explorar o tema de acordo com o interesse das crianças.

 Onça Dorminhoca
Formação: Formar com os alunos uma roda grande. Cada criança fica dentro de um pequeno círculo desenhado sob os pés, exceto uma que ficará no centro da roda, deitada de olhos fechados. Ela é a Onça dorminhoca.
Desenvolvimento: Todos os jogadores andam a vontade, saindo de seus lugares, exceto a onça dorminhoca que continua dormindo. Eles deverão desafiar a onça gritando-lhe: "Onça dorminhoca"! Inesperadamente, a onça acorda e corre para pegar um dos lugares assinalados no chão. Todas as outras crianças procuram fazer o mesmo. Quem ficar sem lugar será a nova Onça dorminhoca.
Sugestão: Proporcionar um estudo sobre a onça, de acordo com o interesse das crianças: Quem já viu uma onça?
Aonde? Quando?
Como ela é? Como vive? O que come?
Quem quer imitá-la?
Confeccionar uma máscara de cartolina ou papelão para aquele que fará o papel da onça.
Partindo deste estudo, a criança, quando for desenvolver a atividade, criará um personagem seu relativo à brincadeira.

 Corrida do Elefante
Formação: As crianças andam à vontade pelo pátio. Uma delas separada utiliza um braço segurando com a mão a ponta do nariz e o outro braço passando pelo espaço vazio formado pelo braço. ( Imitando uma tromba de elefante).
Desenvolvimento: Ao sinal, o pegador sai a pegar os demais usando somente o braço que está livre (O outro continua segurando o nariz). Quem for tocado transforma-se também em elefante, logo, em pegador, adotando a mesma posição. Será vencedor o último a ser preso.


                ATIVIDADES





Posted: 13 Mar 2013 07:11 AM PDT
Amigos e seguidores do Blog EDUCAR é VIVER, a pedido da minha amiga Keila,
estou postando um oferecimento de vagas para pedagogos, professores e auxiliares.
Vale apena trabalhar em um ambiente agradável e família.



         Minha foto

A escola de Educação de Educação Infantil Yeshua esta com vagas abertas na 
área pedagógica,professoras e auxiliares.
interessados, enviar curriculo com foto para 
yeshua.trabalheconosco@yahoo.com.br


Falar com Keila Leticia (Diretora)

Escola de Educação Infantil Yeshua
(11) 3984-7387
(11) 97591-1410(vivo)

www.escolayeshua.no.comunidades.net
facebook: Escola de Educação Infantil Yeshua
Posted: 08 Mar 2013 02:45 PM PST
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
Hoje é dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher.
E, em homenagem a elas, deixo aqui uma nova ilustração temática em homenagem a elas.
Ela também está sendo publicada no blog Estúdio Rafelipe (http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/).
Feliz 8 de Março às leitoras de nossos blogs!
Posted: 27 Feb 2013 04:51 PM PST
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
Em algumas cidades, o retorno das crianças à escola ocorreu algumas semanas antes. No caso da escola onde leciono, as aulas retornaram esta semana.
E é com desejos de bom retorno a alunos e professores (também sou professor) que deixo uma pequena ilustração de boas-vindas com a turma da minha personagem Letícia. Cliquem para ampliar, imprimir e pintar. Bom para passar aos alunos que estão retornando às salas de aula como atividade inicial.
A versão colorida da ilustração também pode ser vista em http://leticiaquadrinhos.blogspot.com.br/ e em http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/, meus blogs principais.
Um bom ano escolar a todos!
Até mais!
Posted: 08 Feb 2013 12:32 PM PST
Amigos e seguidores do Blog EDUCAR É VIVER, logo que iniciam as aulas devemos fazer o teste de psicogênese( diagnóstico), para termos uma noção do conhecimento de nossos alunos.

Eemiliamília Ferreiro e Ana Teberoski   na investigação dos processos de aquisição e elaboração de conhecimento pela criança - ou seja, de que modo ela aprende,  mesmo antes de entrarem na escola,descobriram que ela desenvolve tentativas de escrever, iniciando um processo de escrita informal  como representação da fala.Dessa descoberta concluíram que a criança "constrói" o conhecimento, através de teorias explicáveis, surgindo daí o  termo "construtivismo" que muitos equivocadamente chamam de método de alfabetização; Na verdade o "construtivismo" é o termo dado aos processos da construção da escrita e da leitura.
Na sua obra Psicogênese da Língua Escrita "a mudança da compreensão do processo pelo qual se aprende a ler e a escrever afetou todo o ensino da língua", produzindo "experimentação pedagógica suficiente para construir, a partir dela, uma didática" e não um método. Um dos maiores legados destas descobertas de Ferreiro e Teberoski é a psicogênese da escrita
em que a  criança elabora hipóteses sobre o sistema de escrita. Descobrir em qual nível cada uma está é uma importante ferramenta para os professores alfabetizadores levar os alunos à aprender.
É preciso entender  a psicogênese para usá-la em função, não somente, de conhecer como a criança está construindo o conhecimento e avançando para estágios mais avançados  como sentir que a  mediação do professor está favorecendo,realmente,o processo de alfabetização.
Inúmeras vezes os professores alfabetizadores,não percebendo os avanços de alguns alunos na alfabetização, chegam a pensar que há algum problema de aprendizagem com eles.  
Quando o professor conhecendo   e validando os testes da psicogênese  ele  percebe nitidamente o avanço maior ou menor de cada um,  e a partir desse conhecimento vai fazer um trabalho que favoreça o avanço nas hipóteses. Essa é a grande importância da psicogênese para o aluno e para o professor.
Lembrando que  a construção do conhecimento acontece com todos. E os testes devem se usados com os alunos da Educação Básica do Ensino Regular como na Educação Inclusiva, pois para quem ainda não experimentou vai ter a surpresa de ver que o ANEE também avança nas hipóteses, mesmo que em um ritmo bem mais lento, mas acontece. Ninguém fica congelado intelectualmente na aquisição de conhecimentos. Ninguém.
É importante usar a psicogênese no início do ano letivo e no final de cada bimestre, registrando todos os avanços, por menores que se apresentem para futuras comparações.

As hipóteses na construção da escrita são verdadeiras "teorias explicativas"  e assim se estabelecem:
1-pré-silábica – é a construção dos que ainda não perceberam a escrita representando a fala Ela se caracteriza em dois níveis. No primeiro, as crianças procuram diferenciar o desenho da escrita, identificando o que é possível ler. Já no segundo nível,(este é um nível mais demorado, é bom saber) : percebem a necessidade de uma quantidade mínima de letras para que alguma coisa esteja escrita (em torno de três) .Para escrever, a criança utiliza letras aleatórias (geralmente presentes em seu próprio nome) e sem uma quantidade definida.
2-hipótese silábica a criança começa à perceber que para cada parte  falada ( sílaba oral) ele pode grafar uma letra. Essa etapa  pode ser dividida em dois níveis: no primeiro, chamado silábico, ela representa cada sílaba por uma única letra qualquer, sem relação com os sons que ela representa. No segundo, o silábico com valor sonoro, há um avanço e cada sílaba é representada por uma vogal ou consoante que expressa o seu som correspondente. O avanço nesta hipótese é menos demorada.
3-hipótese silábico-alfabética  - corresponde a um período de transição no qual a criança trabalha simultaneamente com duas hipóteses: a silábica e a alfabética. Ora ela escreve atribuindo a cada sílaba uma letra, ora representando as unidades sonoras menores, os fonemas. Quando a escrita representa cada fonema com uma letra, diz-se que a criança se encontra na hipótese alfabética. Nesse estágio, os alunos ainda apresentam erros ortográficos, mas já conseguem entender a lógica do funcionamento do sistema de escrita alfabético.
 Como realizar um teste da psicogênese para se alcançar os seus objetivos?
-É recomendável que seja feito com cada aluno por vez, individualmente. Enquanto  a turma se encontra  envolvida com jogos recreativos o professor, em um outro ambiente tranquilo vai proceder o teste que deve constar de 4 (palavras) e uma frase.O ditado deve ser iniciado por uma palavra polissílaba, seguida de uma trissílaba, de uma dissílaba e, por último, de uma monossílaba – sem dar ênfase á separação de sílabas ao ditar. Lembrando que na frase use pelo menos uma das palavras usadas no ditado ( para a análise da forma como grafada mesmo se houver um contexto diferente). De acordo com as orientações de Emília Ferreiro, que as palavras sejam do mesmo campo semântico.
Sugestão para teste da Psicogênese

Com fundamento nas conclusões de Emília Ferreiro, na construção da escrita pela criança, fica claro que a criança constrói conhecimentos dentro do seu contexto de vida, em outras palavras, através de experiências vivenciadas e de de alguma forma significativas. Resumindo, toda aprendizagem acontece em um contexto significativo, então o teste deve ser feito através de estímulos que tenham significados para a criança. Realizar o teste sem significação para a criança não se chega à conclusões reais.
"Os aspectos motores, cognitivos e afetivos são importantes, na medida que tratados no contexto da realidade sócio-cultural dos alunos. "Hoje a perspectiva construtivista considera a interação de todos eles, numa visão política, integral, para explicar a aprendizagem" diz Ferreiro.
Acreditando nestes postulados das bases da construção do conhecimento elaborei uma atividade de estimulação e motivação que pudesse trazer de dentro da criança, do seu contexto de vida, de experiências vivenciadas realmente ou no imaginário, de conhecimentos prévios para o teste da hipóteses psicogenéticas.
Por ter um caráter de difícil sondagem( conhecimento significativo) , nesta atividade  está contida uma provocação, através da apresentação de uma série de gravuras , escolhidas dentro dos critérios considerados ( conhecendo previamente a turma em seus aspectos sociais e culturais) prováveis e até os improváveis de estarem contidos nas experiências de vida dos alunos.


Fonte:http://impactodapedagogiamoderna.blogspot.com.br/2012/03/psicogenese-conhecer-teoria-para-usar.html


* Agora clique na imagem para aumentá-la.

Posted: 08 Feb 2013 11:28 AM PST

                     Amigos e seguidores do Blog Educar é Viver, para ajudar nos planejamentos postarei com ajuda de algumas amigas e professoras o plano de curso de algumas séries/anos. Espero que ajudem!!

                               Planejamento curricular

1º SEMESTRE / Jardim II
                               
                                        1º bimestre. 
  Ø Pré nome, nome professora ,objetos, colegas.
  Ø Como você é?
  Ø A criança
  Ø A família
  Ø  Casa
  Ø Escola
  Ø Órgãos do sentido
  Ø Hábitos de higiene
  Ø Corpo humano
  Ø Cores: azul, vermelho, laranja e amarelo
  Ø Maior /menor
  Ø Igual
  Ø Grande/ pequeno/médio
  Ø Alto/baixo/ mesma altura
  Ø Formas: círculo /triângulo
  Ø Quebra - cabeça
  Ø Regras
  Ø Desenho , pintura, colagem.
  Ø Uso do lápis, pincéis, giz de cera
  Ø Sons fracos e fortes
  Ø Esquerda /direita
  Ø Numerais: 1,2,3,4.
  Ø Vogais maiúsculas e minúscula 
  Ø Encontros vocálicos
  Ø Datas comemorativas:carnaval,dia internacional da mulher, dia do circo, páscoa,dia do livro, dia do índio
  Ø Projetos: Valores/ Meio Ambiente/ Violência.
             
                                        2º Bimestre

Ø Pré- nome
Ø Nomear pessoas,animais, frutas e figuras
Ø Música, poesia, adivinhações, parlendas, histórias, fantoches.
Ø Cores: verde,rosa,branco,preto.
Ø Formas:quadrado, retângulo
Ø Complementação de figuras
Ø Modelagem
Ø Brinquedo pedagógico
Ø Desenho ,pintura, colagem
Ø Desenho livre e dirigido
Ø Dobraduras e sucatas
Ø Grosso / fino
Ø Dentro /fora
Ø Em cima/ em baixo
Ø Perto /longe
Ø Na frente/ atrás
Ø Mais comprido/ mais curto/ mesmo comprimento
Ø Linha curva, aberta e fechada
Ø Numerais: 5,6,7,8
Ø Contagem
Ø Relação número e quantidade
Ø Produzir e interpretar textos coletivamente
Ø Interpretar histórias contadas
Ø Cantigas de rodas
Ø Consoantes: L, T, F, P, M, G, B.
Ø Datas comemorativas:dia das mães, dia mundial do meio ambiente,festa junina.
  
  2º SEMESTRE/ Jardim II
  
                                  3º bimestre 

Ø Produção de texto oral através de interpretação de gravura
Ø Cantiga de roda
Ø Sequência do alfabeto
Ø Sequência de história
Ø Descriminar ilustração e texto
Ø Linguagem oral sobre atualidade
Ø Consoantes: V, S, C, J, N, R, D, Z.
Ø Escrita de palavras
Ø Interpretar cenas
Ø Leve/ pesado
Ø Cheio / vazio
Ø Muito / pouco
Ø Mais /menos/ mesma quantidade
Ø Linhas curvas /retas
Ø Identificar números no cotidiano
Ø Contagem
Ø Sequência numérica
Ø Igual / diferente
Ø Numerais: 0, 9
Ø Dezena e unidade
Ø  Quem vem Antes /depois
Ø Meios de comunicação
Ø Profissões
Ø Cidade
Ø Datas comemorativas: dia dos pais, folclore, independência do Brasil, dia da árvore, Dio a do animal, dia da criança dia do professor, dia do soldado.

                                       4º bimestre

Ø Consoantes: X, H, Q, K, W, Y
Ø Produção e interpretação de texto.
Ø Leitura de palavras
Ø Escrita de palavras
Ø Revisão dos numerais 0 a 9.
Ø Família do 10
Ø 0 a 100 oralmente
Ø Contagem e quantidade
Ø Tempo
Ø Meio ambiente
Ø Componentes da natureza
Ø Alimentos
Ø Datas comemorativas: proclamação da república
Ø Dia da bandeira, natal, formatura.

 Agora com a ajuda da excelente profissional e amiga Joanice Vieira de Santana postarei o plano de curso do 1º ano.



PLANO DE CURSO
GEOGRAFIA












 


 Agora com a ajuda da excelente profissional e amiga Tatiana Lima postarei o plano de curso do 3º ano.





























Posted: 06 Feb 2013 12:59 PM PST
Amigos e seguidores do blog EDUCAR É VIVER, ao iniciar o ano letivo recebemos 
nossos alunos com carinho e por isso postarei ideias de cartões de boas vindas.
APROVEITEM!!!!


























Fonte: www.meustrabalhospedagogicos.blogspot.com 
http://rosangelaprendizagem.blogspot.com.br/2012/01/mensagens-e-imagens-inicio-de-ano.html
http://gibarbosa1.blogspot.com.br/

Posted: 03 Feb 2013 02:00 PM PST







                            CARNAVAL



Frevo e Escola de Samba – apresentações carnavalescas


O Brasil foi colonizado pelos portugueses, que trouxeram vários elementos de sua cultura para cá. Dentre esses elementos, as festas populares - onde o entrudo era a mais conhecida.
Criada no século XVII, o entrudo era uma festa de origem popular que significava molhar ou pregar peças. Durante os festejos, os foliões jogavam baldes d'água uns nos outros e também ovos, farinha, talco e até água suja. Com isso a festa foi se tornando agressiva, sendo proibida pela Igreja Católica.
Mas historicamente, a data era comemorada na Roma Antiga para homenagear o deus Saturno, conhecida como Saturnália, onde as pessoas saíam às ruas para dançar.
Porém, a festa é considerada profana porque durante esse festejo um carro alegórico de nome "carrum novalis" desfila apresentando homens e mulheres totalmente nus. Além disso, a palavra carnaval pode ter se originado do nome desse carro.
Mas outro sentido também dá origem ao nome carnaval: o de não se ingerir carne no período da quaresma, que precede a paixão de Jesus Cristo.
A data do carnaval depende da data da páscoa. A páscoa foi criada de acordo com o calendário cristão, caindo sempre entre 22 de março e 25 de abril. Para esse cálculo, é só dividir o ano por 19, somando-se 1 ao resultado obtido e consultar a tabela.
carnaval acontece quarenta e três dias antes da sexta-feira santa, período chamado pelos religiosos católicos de quaresma, que se inicia na quarta-feira de cinzas.
As fantasias usadas pelos foliões surgiram na Europa, mais especificamente na França e Itália, onde já no século XIX faziam uso de máscaras e fantasias.
O Rei Momo, o Pierrô e a Colombina passaram a fazer parte da festa brasileira por influências desses dois países, surgindo os primeiros blocos e os desfiles de carros.
Os blocos eram muito alegres, pois todos podiam participar e eram apresentados nas ruas, de forma bem simples.
Mas a primeira escola de samba do Rio de Janeiro surgiu em 1928, com o nome de "Deixa Falar". O sucesso foi tão grande que aos poucos foi se difundindo por todo o país, mas adaptando-se à cultura de cada região.
No nordeste o carnaval é muito forte, com a tradição dos trios elétricos que se apresentam em Salvador, chegando a entrar para o "Guiness Book" em 2005, como o maior carnaval de rua do mundo. Os trios elétricos surgiram em 1950, através dos músicos Dodô e Osmar, que colocaram um som potente num Ford 29 bem velho, mas levando alegria pelas ruas da cidade, o que acabou se transformando em tradição local. O carnaval de Olinda/PE também tem sua fama, pois milhares de pessoas participam pelas ruas da cidade, onde dançam ao contagiante som do frevo, um ritmo muito acelerado e cheio de acrobacias.
Em várias capitais brasileiras podemos assistir aos desfiles de carnaval, blocos e escolas de samba. Mas o mais bonito e famoso deles, também conhecido internacionalmente e que se tornou uma forte atração turística para o país, é o da cidade do Rio de Janeiro.
Nesses desfiles há enredos variados, que levam à população informações sobre história do Brasil, história geral, ecologia, futuro, amor, homenagens a personagens famosos, artistas de todos os gêneros, ciência e tecnologia, dentre vários outros.
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
























                       Dia do ATLETA



Atletas profissionais de destaque no Brasil
No dia 04 de fevereiro comemora-se o dia do atleta profissional, esse foi reconhecido como profissional através da Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998.
A história descreve que há três mil anos a.C. já existiam imagens de cenas atléticas, desde as primeiras civilizações do Egito e Mesopotâmia.
Sabe-se que o homem lutava contra animais para garantir a sua sobrevivência, o que pode tê-lo levado às práticas como correr, pular e arremessar objetos.
Os primeiros jogos olímpicos estão registrados em 776 a.C, na cidade de Olímpia, na Grécia, tendo soldados como os principais atletas, que acabavam sendo considerados heróis por suas vitórias.
Porém, com o passar dos anos, esses deixaram de existir, vindo a ser retomados em 1896, pelo barão Pierre de Coubertin, já na era moderna.
Com o passar dos anos, os esportes foram ganhando nova importância para a vida do homem, como a manutenção da saúde e de sua beleza física.
Além disso, os ideais de superação a que os atletas se propõem, demonstram que o corpo humano não tem limites, mas que sempre é capaz de ultrapassar as marcas anteriores, sejam elas em força, velocidade ou resistência.
Dentre os principais atletas brasileiros, que se destacaram em eventos de disputas internacionais, podemos citar: Ademar Ferreira da Silva, medalha de ouro no salto triplo nas olimpíadas de 1952; João Carlos de Oliveira – o João do Pulo, que bateu o recorde mundial no salto triplo, atingindo os exatos 17,89 metros, e recebeu medalha de ouro em 1975; Joaquim Cruz venceu os 800m na olimpíada de 1984; Ronaldo da Costa venceu, na Alemanha, a maratona de Berlim e bateu novo recorde mundial, em 1998.
Atualmente uma mulher se destaca no salto em distância: Maurren Maggi, medalha de ouro nos jogos de Pequim, em 2008, com um salto de 7,04 metros. Porém, sua maior meta atingida foi 7,26 metros, tornando-a recordista sul-americana.
A ginástica olímpica também é um exemplo de força de vontade de nossos atletas. Na última década alguns nomes se tornaram famosos, como Daiane dos Santos, Diego Hypólito, Daniele Hypólito, Jade Barbosa, Laís Souza, dentre outros.
Mas não é somente nas modalidades de atletismo que o Brasil se destaca. O vôlei masculino tem conquistado grandes vitórias ao longo das duas últimas décadas e o trabalho do técnico Bernardo se tornou exemplo de motivação. Da mesma forma, o vôlei feminino também vem crescendo e obtendo boas vitórias.
O futebol do Brasil é muito respeitado internacionalmente, somos os únicos pentacampeões mundiais, estando sempre como os favoritos para os títulos. Hoje, a seleção feminina também é vitoriosa e vem crescendo a cada dia o número de mulheres participantes desse esporte.
Um dos problemas que nossos atletas encontram é a falta de patrocínio para se manterem. As dificuldades são grandes e muitas vezes atletas com nomes já consagrados não conseguem verbas para treinamentos e para se manterem. É uma pena que isso aconteça, pois se tivéssemos outra realidade, com os esportes sendo levados mais a sério, o Brasil poderia se tornar uma potência em várias modalidades esportivas.
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola





As reportagens são veiculadas nos jornais, revistas, rádio, TV e internet
Em 16 de fevereiro é comemorado o dia do repórter, profissional caçador de notícias, que nos informa a cada dia todos os fatos ocorridos no mundo.
Ser repórter é colher informações verdadeiras e prepará-las para a divulgação, que pode ser feita através da televisão, dos jornais impressos ou de revistas, pelo rádio e, atualmente, pela internet.
Mas preparar uma notícia não é coisa fácil. Exige conhecimentos e técnicas específicas da área jornalística, além de envolver a pesquisa e a confecção da notícia.
O primeiro modelo de reportagem surgiu com a invenção da tipografia, em meados de 1440, criada por Johan Gutemberg, onde o sistema de impressão era feito com tipos de metal e com as letras em alto relevo.
Após o período da revolução industrial, as técnicas de impressão ganharam mais rapidez e qualidade, aumentando as publicações.
Os noticiários em rádio chegaram ao Brasil através de Edgard Roquete Pinto, considerado "o pai do rádio", onde o mesmo previu que o objeto se tornaria um transmissor da cultura popular. Em 1922 foi realizada a primeira transmissão, expondo o discurso do presidente Epitácio Pessoa sobre os cem anos da Independência.
A primeira rádio emissora foi fundada por Oscar Moreira Pinto, em 1919, a Rádio Clube de Pernambuco, sendo seguida pela Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, em 1923.
Em abril de 1950, tivemos o primeiro canal televisivo do país, mas as transmissões com maior qualidade só foram possíveis com a inauguração da TV Tupi. O primeiro telejornal foi apresentado em 19 de setembro, com o nome de "Imagens do Dia", apresentado por Ribeiro Filho.
Com a evolução dos meios de comunicação, chegamos à era da informatização, onde as notícias correm de forma bem mais rápida. A globalização e o acesso à internet possibilitam que, em tempo real, acompanhemos um fato acontecido do outro lado do mundo.
Um repórter deve trabalhar com ética, buscando sempre a verdade sobre a notícia, sem fazer alarde ou sensacionalismo com a mesma. É ético também apresentar uma linguagem objetiva e clara, desvinculando o jornalismo da literatura.
Com isso, consegue atingir todas as classes de leitores, levando para os mesmos os fatos ocorridos, as notícias, que são consideradas direitos de todos e, portanto, vistas como bens públicos.
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola




Fonte:http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/carnaval-1.htm
http://trocandoideiaspedag.blogspot.com.br/2012/02/atividades-carnaval.html
http://meustrabalhospedagogicos.blogspot.com.br/
http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-do-atleta-profissional.htm
http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-reporter.htm





Posted: 02 Feb 2013 12:07 PM PST

                              


Olá amigos e seguidores do Blog EDUCAR É VIVER, estamos iniciando mais um ano e no mês de fevereiro começam as aulas, assim todos os profissionais da área de  educação e servidores de escolas ou mesmo de outros serviços, tanto público quanto privado, devem ter a consciência do trabalho em equipe.
Será postado um material que diretores, coordenadores, gestores, gerentes,etc podem utilizar em sua primeira reunião para incentivar o trabalho da equipe.
  Aproveitem o material!


 Vídeos sobre trabalho em equipe!












Um conceito cada vez mais valorizado no ambiente profissional é o trabalho em equipe. Ter agilidade para desenvolver trabalhos em conjunto tem sido um das qualidades mais exigidas nos processos de contratação. Trabalhar em equipe significa criar um esforço coletivo para resolver um problema, são pessoas que se dedicam a realizar uma tarefa visando concluir determinado trabalho, cada um desempenhando uma função específica, mas todos unidos por um só objetivo, alcançar o tão almejado sucesso.
      A atividade em equipe deve ser entendida como resultado de um esforço conjunto e, portanto as vitórias e fracassos são responsabilidades de todos os membros envolvidos. Muitas pessoas, que atuam em diversas organizações, estão trabalhando em grupo e não em equipe , como se estivessem em uma linha de produção, onde o trabalho é individual e cada um se preocupa em realizar apenas sua tarefa e pronto.
       No trabalho em equipe, cada membro sabe o que os outros estão fazendo e reconhecem sua importância para o sucesso da tarefa. Os objetivos são comuns e as metas coletivas são desenvolvidas para ir além daquilo que foi pré-determinado. O trabalho em equipe possibilita trocar conhecimentos e agilidade no cumprimento de metas e objetivos compartilhados. Na sociedade em que vivemos, o trabalho em equipe é muito importante, pois cada um precisa da ajuda do outro.
       Pense numa vela acesa, ela é bonita, envolvente, ilumina tudo ao seu redor. Uma vela acesa simboliza esperança, harmonia, fé. Por si só é bonita, porque ela mesma tem a sua luz. Mas a vela por outro lado é muito frágil, e qualquer vento ou sopro pode apagá-la.
       Transferindo isso para o trabalho em equipe podemos concluir, que por mais que tenhamos luz própria, que brilhemos e tenhamos talento, é preciso lembrar que sozinhos nós somos muito frágeis e é exatamente por isso que qualquer problema do dia-a-dia pode ofuscar o nosso brilho. Daí a importância de entendermos o poder da ajuda mútua, sempre lembrando de que líderes e equipes superam crises quando se unem.
       Saiba que quando pegamos os nossos sonhos e juntamos com os sonhos de outras pessoas, tudo se torna mais forte, iluminado e por mais escuro que o mundo pareça ser, quando o ser humano se junta consegue milagres extraordinários. O ser humano trabalhando em equipe, colaborando uns com os outros, cooperando. Consegue com certeza, afastar a escuridão e todos os problemas que possam afligir a organização.
       Na vida temos que enfrentar muitas adversidades, mas quando nos juntamos um ao outro a coragem aumenta, o nosso potencial se duplica e os nossos objetivos se tornam mais passíveis de realização.

Jenifer Soares Romualdo


Referências bibliográficas:
RODRIGUES, Marcus Vinícius Carvalho – Qualidade de vida no trabalho, Editora Vozes, São Paulo, 1994.
ROBBINS, Stephen P. O segredo na gestão de pessoas. Ed. Centro Atlântico 2008, p. 138



Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO - Cursos Online : Mais de 900 cursos online com certificado 
http://www.portaleducacao.com.br/administracao/artigos/10105/trabalho-em-equipe-juntos-somos-muito-melhores-do-que-sozinhos#ixzz2Jm412pcU



Posted: 29 Dec 2012 02:56 PM PST
                 

Amigos e seguidores do Blog EDUCAR É VIVER, estou muito feliz, pois hoje dia
29/12/2012 conseguimos cumprir com a meta de 500 seguidores e amigos que estão
juntinhos com o blog.
Agradeço pela força das amigas e seguidoras que ajudaram na divulgação do blog.
Desejo de coração um maravilhoso,iluminado e harmonioso ano de 2013, que todos 
consigam alcançar seus objetivos e realizar seus sonhos.
                           UM FELIZ ANO de 2013!!!


                               
Posted: 24 Dec 2012 12:11 PM PST
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
E hoje, véspera de Natal, deixo aqui, no Educar é Viver, três ilustrações de temática natalina, com meus personagens, para colorir.
Clique nas imagens para ampliar, imprima e pinte.
Nos blogs correspondentes - http://leticiaquadrinhos.blogspot.com.br/, http://bitifrendisblog.blogspot.com.br/ e http://naestanciadoteixeirao.blogspot.com.br/ - e no meu blog principal - http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/ - , vocês encontram as versões coloridas, que podem servir de guia de pintura.
Boas festas a todos! Feliz Natal e que 2013 seja um ótimo ano a educadores e alunos, construtores de um melhor futuro!
São os votos de Rafael Grasel.
Até mais!
Posted: 10 Dec 2012 04:38 AM PST
Amigos e seguidores do blog EDUCAR É VIVER,queria agradecer de coração
 o apoio da grande amiga Beta do blog SOS- Professor Atividades. Para conhecer
seu blog clique no selo lindo que ganhei da grande amiga Beta.

selo2


Vamos ajudar a Viviane a alcançar a meta 
de 500 seguidores até o final de dezembro!!!

Posted: 09 Dec 2012 04:38 PM PST
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
E hoje trago a vocês mais uma sugestão de leitura para as crianças: MARCELINO PEDREGULHO, de Jean-Jacques Sempé.
O autor, um dos mais populares da França, conta, com textos mínimos e ilustrações econômicas e expressivas, a história da amizade entre dois meninos com problemas estranhos e desconhecidos: enquanto Marcelino Pedregulho fica vermelho sem motivo algum, Renê Rocha espirra sem parar. Daí, nasce uma grande amizade que resistirá à distância e ao tempo. Um livro cheio de sabedoria e comicidade. Uma história de amizade sincera. Uma lição de como não perder a ternura depois de adulto.
O livro foi lançado originalmente na França em 1969. A tradução em português de Mário Sérgio Conti foi publicada pela primeira vez, em 2009, pela editora Cosac Naify. Obra selecionada para o PNBE 2011.
Vale a pena.
Para encerrar, uma ilustração para colorir com a Letícia e seus amigos no mundo do circo. Clique para ampliar, imprima e pinte.
A versão colorida, que pode servir de guia para a pintura, pode ser encontrada no blog http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/, onde também dá para se saber mais sobre o livro resenhado.
E acessem também o blog da Letícia: http://leticiaquadrinhos.blogspot.com.br/. Tiras e ilustrações com a minha personagem.
Até mais!
Posted: 05 Dec 2012 06:11 AM PST
Amigos e seguidores do Blog EDUCAR É VIVER, estamos perto do final do ano e
em algumas etapas escolares finalizamos com a realização da FORMATURA.
Postarei algumas dicas de uma coleção muito interessante "LETRAMENTO 
DIVERTIDO" da editora FAPI:



























No ano de 2010 lecionei no II período (Jardim II) em uma escola pública.
Eu e mais 3 professoras utilizamos o roteiro abaixo:





















Formatura 2010

    Entrada da oradora

   Boas vindas

   Mensagem de abertura (Oradora)

   Componentes da mesa

Diretora: _____________, Vice-Diretora: _________, Coordenadora: __________
   Entrada dos formandos:
II Período A – Professora ________
Esta turma_______________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.
II Período B – Professora _______
Esta turma _______________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.
II Período C – Professora _________
Esta turma _______________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.
II Período D – Professora ________
Está turma _______________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.
ü Silêncio para a entrada da Bandeira Nacional .
Alunos: _________________________________________
________________________________________________.
ü Execução do Hino Nacional
ü Oração de pé com  aluno(a): ________________________
Mensagem com as alunas: ________________
Oradora: Os Alunos cantaram uma música que fala sobre a natureza. Execução da música (Xuxa)
Oradora: Agora o aluno(a)_________________________________________ fará o juramento.
Os alunos cantarão uma música (É tão fácil)
Oradora: O aluno(a)__________________________ fará um discurso de agradecimento.
Oradora: O aluno(a)______________________ do II período entregará o livro de Ouro para o aluno(a)_______________ do I período, representando todo o  seguimento com o compromisso de repassá-lo para os próximos alunos que virão.
Última mensagem com aluno(a) _____________________________ .mensagem.
Oradora: Agora as professoras dos respectivos segmentos passarão o canudo de formatura para os alunos, que estarão cantando uma bela música.
ü Execução da música (Aos olhos do Pai)
Oradora: A Mensagem final que será feita pela diretora _____________________
Oradora: A turma preparou uma surpresa para vocês pais, muita atenção.
ü Execução slides de fotos dos alunos com música( Vou deixar a vida me levar – Skank).



Mensagem(1)

No princípio criou Deus o céu e a terra.
Deus criou a lua, o sol e as estrelas.
Criou também as águas dos mares e dos rios, as plantas e as árvores repletas de flores e frutos.
Fez cada animalzinho, desde a pequena formiguinha até o mais admirável dinossauro.
Que bela criação!
Obrigado Senhor por ter criado essa natureza tão linda!

   
 Mensagem (2)

De todas as maravilhas criadas por Deus, nós somos a maior e melhor.
Aos olhos do Pai nós somos muito especiais. A cor da nossa pele, os nossos cabelos...
Ele desenhou com muito amor.
Somos a essência da Natureza, a Obra prima do Autor de todas as coisas.

Juramento

EU PROMETO,
NA HORA DE BRINCAR, BRINCAR
NA HORA DE ESTUDAR, ESTUDAR;
AMAR E RESPEITAR MEUS PAIS E MESTRES,
SER UM BOM FILHO E BOM ALUNO.
TER SEMPRE EM MEU CORAÇÃO
A PRESENÇA AMIGA DETODOS QUE AJUDARAM NA MINHA FORMAÇÃO.


Oração

TE  AGRADECEMOS SENHOR
PELA VIDA E PELA SAÚDE;
TE  AGRADECEMOS TAMBÉM POR ESTE ANO, ONDE 
APRENDEMOS TANTAS COISAS.
OBRIGADO PORQUE SOMOS INTELIGENTES E PODEMOS 
ESTUDAR.
CONTINUE CONOSCO, GUARDANDO NOSSA FAMÍLIA E A NÓS.
CUIDE BEM DO NOSSO FUTURO.
EM NOME DE JESUS, AMÉM!


  
Agradecimento

_ AGRADECEMOS À DEUS PORQUE ATÉ AQUI  ELE  NOS  
GUARDOU ,GUIOU E AJUDOU.
_ AGRADECEMOS AOS NOSSOS PAIS QUE NOS ACOMPANHAREM 
E NOS APOIAREM DIA A DIA.
_AGRADECEMOS AOS NOSSOS PROFESSORES QUE 
CARINHOSAMENTE NOS ACOLHERAM TODOS OS DIAS E NOS
 ENSINARAM A VER A VIDA DIFERENTE.
_  AGRADECEMOS AOS COLEGUINHAS QUE FORAM COMPANHEIROS
 NAS TAREFINHAS E BRINCADEIRAS.
_ E AGRADECEMOSDE CORAÇÃO AO PADRE E A DIREÇÃO DA
 NOSSA ESCOLA.


Posted: 04 Dec 2012 03:20 PM PST



 Dia da Família - 8 de dezembro







No Brasil, a data é comemorada no dia oito de dezembro, criada em 1963, pelo presidente João Goulart.
A família é composta por pessoas ligadas através de laços sanguíneos, constituída por todos os parentescos, como pais, avós, tios, primos, netos, sobrinhos, dentre outros.
Antigamente as famílias eram patriarcais, se apresentavam com um núcleo composto por marido, mulher e filhos. Os pais eram muito distantes dos filhos, quase não conversavam com os mesmos e eram tidos como os chefes das famílias, tendo que ser respeitados por todos. Era um tempo muito severo.
Hoje em dia as famílias se transformaram muito, em razão das mudanças socioculturais, econômicas e religiosas. Os fatores que mais influenciaram na transformação das famílias foram as modernidades, as conquistas da mulher no mercado de trabalho. As mulheres não se encontram mais dependentes dos maridos, conseguem se manter financeiramente e por isso o número de divórcios aumentou muito nos últimos anos.
Nesta data é importante que as pessoas revejam seus conceitos sobre família, assim como os papéis de cada um dentro dessa, pois temos visto problemas familiares sérios, em razão das pessoas casarem e não assumirem suas responsabilidades dentro do lar. São homens que priorizam outras atividades e deixam mulheres e filhos sozinhos em casa, assim como mulheres que não querem assumir o papel de esposa, tomando as responsabilidades da casa, mesmo trabalhando fora.
É muito importante a vida em família, pois as pessoas necessitam umas das outras. Além disso, compartilhar momentos de afetividade com os parentes só faz bem para as pessoas, traz proximidade, calor humano, harmonia, amor, carinho, sentimentos que as pessoas precisam para serem felizes.
Segundo pesquisas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), nos últimos anos aconteceu uma mudança brusca no perfil das famílias, hoje os casais têm apenas um ou dois filhos.

Por Jussara de Barros

Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola


fonte:http://www.brasilescola.com/datacomemorativas/dia-internacional-das-familias.htm

                                  Atividades:
Família Árvore Genealógica Família Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids
Família Caça Palavras Família Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Família Carteirinha Amigos Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Família Conjunto Família Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids


Família Cruzadinha Família Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Família Jogo da Memória Família Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids
Família Sombra Família Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

fonte:http://www.smartkids.com.br/passatempos/familia

                    NATAL -25 de dezembro


Natal, uma tradição cristã influenciada pelos princípios de outras manifestações da Antiguidade.
Natal, uma tradição cristã influenciada pelos princípios de outras manifestações da Antiguidade.
Em diversas culturas espalhadas pelo mundo, a celebração da passagem do ano ou das estações é feita com o intuito de estabelecer a renovação do mundo e o revigoramento dos valores que agregam uma determinada civilização. Semelhantemente, o Natal também incorpora esse mesmo princípio de renovação ao celebrar o nascimento de uma das figuras centrais do cristianismo, Jesus Cristo. De fato, em diversas manifestações natalinas podemos também enxergar a reafirmação desse mesmo valor.
Dessa maneira, podemos observar que os princípios natalinos se configuraram em diferentes culturas ao longo do tempo. Os mesopotâmicos, por exemplo, celebravam nessa mesma época o Zagmuk. Segundo a tradição mesopotâmica, o fim do ano era marcado pelo despertar de monstros terríveis a serem combatidos por Marduk, sua principal divindade. Durante a festividade, um homem era escolhido para ser vestido e tratado como rei, para depois ser sacrificado, levando todos os pecados do povo consigo.

Nas civilizações nórdicas, o Yule – marcado para o dia 21 de dezembro – marcava o retorno do sol. Para celebrar a mudança, grandes toras de madeiras eram amontoadas para a montagem de grandes fogueiras que tinham em suas labaredas a representação de novas colheitas e rebanhos a serem consumidos no ano seguinte. Marcando o início do inverno, a celebração reafirmava uma grande esperança nas novas conquistas a serem obtidas no novo ano que se iniciava.

Na Roma Antiga, a data de 25 de dezembro marcava o início das celebrações em homenagem ao nascimento do deus Sol, conhecido como "Natalis Solis Invcti" (O Nascimento do Sol Invencível). Nessa mesma época, entre os dias 17 e 24 de dezembro, também ocorriam as festividades da Saturnália, celebração cercada de muita comida e bebida onde as normas do mundo formal eram subvertidas com o intuito de promover a renovação dos valores por meio de festas marcadas pela inversão dos padrões vigentes.

Com a oficialização do cristianismo no interior do Império Romano, várias destas datas foram incorporadas com o propósito de alargar o número de convertidos à nova religião do Estado. Nesse processo, o dia 25 de dezembro foi instituído como a data em que se comemorara o nascimento de Jesus Cristo. Na verdade, várias analogias entre as tradições pagãs e os valores cristãos oferecem uma grande proximidade entre os significados atribuídos a Cristo e as divindades anteriormente cultuadas.

Assim como Jesus Cristo, Mitra era reconhecida como uma grande divindade mediadora espiritual para os romanos. Da mesma forma, Jesus, considerado "O Messias", teria a mesma função de conceder a salvação espiritual a todos aqueles que acreditassem em seus ensinamentos por meio da conversão. Com isso, a absorção dos princípios e referenciais religiosos da cultura romana influenciou na ordenação das festividades e divindades do Cristianismo.

Mesmo a Bíblia não especificando o nascimento de Cristo, as autoridades cristãs fizeram a escolha desta data, que foi mais tarde reconhecida pelo Papa Julius I (337 -352). Com o processo de expansão e regulamentação das tradições do cristianismo, o feriado natalino ganhou enorme força ao seguir o próprio processo de expansão da nascente religião. Dessa maneira, o Natal conseguiu se transformar em uma das principais datas a serem comemoradas pelos cristãos de todo o mundo.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Fonte:http://www.brasilescola.com/natal/historia-natal.htm



Presépio – a representação do nascimento de Jesus
No dia 25 de dezembro comemora-se o dia de natal, data instituída em homenagem ao nascimento de Jesus.
O natal passou a ser contemplado em 330 d.C pelas igrejas Católica, Anglicana e Protestante. A igreja Ortodoxa comemora a data em sete de janeiro, data do batismo de Jesus.
A palavra natal se originou do latim (natalis), tendo como significado nascer.
Antes do nascimento de Jesus, aconteciam nesse dia as comemorações pelo sol invencível (Solis Invictus), em agradecimento aos raios solares que ficavam mais fortes.
Mas por ser uma festa pagã, que adorava um elemento da natureza e não a Deus, os cristãos adotaram-na com outro sentido, o do natal, sendo oficialmente registrada pela Vossa Santidade o Papa Libério, em 354 d.C.
A ideia de enfeitar as árvores surgiu das festas pagãs, onde celebravam a fertilidade da terra. Já no século XVI os cristãos adotaram o costume, mas a tradição ganhou entusiasmo na Alemanha e se espalhou por todo o mundo.
Os principais símbolos do natal são: a estrela de Belém, que guiou os três Reis Magos até Jerusalém; os próprios Reis Magos, que levaram incenso, ouro e mirra a Jesus; o presépio, criado por São Francisco de Assis, no século XIII; a árvore, desde as festas pagãs, tendo sido adotadas mais tarde pelos cristãos; a guirlanda e as velas, que representam as etapas da salvação de Cristo; Papai Noel, homenagem a são Nicolau – que no século IV oferecia presentes às crianças; a ceia, que simboliza o momento do nascimento; os presentes, como forma de lembrar a visita dos três Reis Magos que presentearam Jesus; dentre outros.
A ceia natalina é servida na véspera do dia de natal, é o jantar do dia 24. Nesse momento as famílias se reúnem para confraternizar, de forma harmônica, e comemorar as conquistas obtidas durante o ano, trocando presentes.
Com isso, o natal tornou-se uma data que acalora as vendas no comércio, pois dar presentes tornou-se um hábito de toda população mundial. Dessa forma, passou a ser considerada a data que proporciona o maior crescimento das arrecadações financeiras do comércio, sendo mais rentável para todos os lojistas.
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia

 fonte:
http://www.brasilescola.com/datacomemorativas/dia-de-natal.htm

                                     Atividades
Natal Cartão Boneco de Neve Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Natal Cartão Enfeites de Natal Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Natal Cartão Pinguim Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Natal Cestinha de Natal Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids
Dedotes Natal Moldes Dedotes Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Dedotes Natal Passo a Passo Dedotes Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Natal Guirlanda de Jujuba Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Natal Porta Retrato Natal Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Presépio Introdução Presépio Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids
Presépio Recorte Animais Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids
Presépio Recorte Cenário Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids
Presépio Recorte José e Maria Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Presépio Recorte Reis Magos Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Passatempos Caça Palavras Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Passatempos Conjunto Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Passatempos Desembaralhe Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Passatempos Enigma Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Passatempos Labirinto Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids
Receitas de Natal Biscoito de Natal Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids

Receitas de Natal Cupcakes de Natal Atividades, Passatempos e Desenhos para Colorir - Smartkids







Posted: 22 Nov 2012 08:09 AM PST
    Amigos e seguidores do Blog

                        EDUCAR É VIVER,

quero agradecer de coração a todos pelo carinho e confiança depositados em meu trabalho, já estamos com mais de 1 MILHÃO de visitas.
Agradeço pelos amigos que tenho feito e conhecimento que tenho adquirido pelo simples fato de poder ajudar aos amigos próximos e distantes.

    Mil bjs



     Pedagoga Viviane
Posted: 20 Nov 2012 01:20 PM PST
Olá.
Aqui é o Rafael novamente.
Hoje é dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. Em algumas cidades brasileiras é feriado, mas acima de tudo é um dia para a reflexão sobre o papel da raça negra na sociedade e na história brasileiras. A data foi escolhida em memória do líder negro Zumbi dos Palmares, morto em 1695. Zumbi foi uma das principais lideranças do Quilombo dos Palmares, um dos maiores quilombos do Brasil Colonial, onde se reuniam muitos escravos fugidos das senzalas das grandes fazendas onde trabalhavam arduamente, sujeitos ainda a castigos.
Para despertar a auto-estima dos alunos negros e para promover uma reflexão sobre a importância da diversidade racial brasileira, hoje vou deixar duas ilustrações para colorir. É só clicar para ampliar, imprimir, duplicar e pintar.
A versão colorida destas ilustrações pode ser encontrada no blog Estúdio Rafelipe: http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/.
É possível, sim, construir uma cultura de tolerância através do respeito à diversidade! É isso que torna o Brasil mais bonito. 
Até mais!

0 comentários:

Postar um comentário

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...